PET-CT com 18F-FDG – Médicos

pet-ct
com 18f-fdg
médicos

PET-CT com 18F-FDG – Médicos

O conceito de imagem híbrida, gerada pela sobreposição de informação funcional do metabolismo da glicose através da biodistribuição de 18F-FDG (Flúor-18 fluorodesoxiglicose) com as imagens morfoestruturais topográficas da tomografia computadorizada por transmissão, permite que se obtenha maior acurácia diagnóstica através desta combinação do que aquela obtida por qualquer dos dois métodos diagnósticos por imagem isolados. O acrônimo PET-CT (do inglês Positron Emission Tomography e Computed Tomography) resume esta sobreposição das imagens funcionais e morfoestruturais.

Principais Indicações do PET-CT com 18F-FDG

A condição sine qua non para a indicação deste estudo durante investigação oncológica é a expressão fenotípica de metabolismo glicolítico pelo tumor primário e por eventuais implantes secundários.

Oncologia

  • Diferenciação de lesões benignas e malignas
  • Detecção de tumor primário quando o diagnóstico de presunção é feito através da detecção de metástases ou de síndrome paraneoplásica
  • Estadiamento de tumores malignos
  • Avaliação de resposta terapêutica
  • Diferenciação de tecido cicatricial/necrótico de tumor viável em período pós-tratamento
  • Detecção de recorrência neoplásica, especialmente quando do aumento de marcadores tumorais
  • Seleção de sítios hipermetabólicos para biópsia tumoral
  • Guiar planejamento radioterápico

Indicações não oncológicas

  • Infectologia
       – detecção de sítios de inflamação ou infecção
  • Neurologia
       – localização de foco epileptogênico
       – diagnóstico diferencial das demências
  • Cardiologia
       – detecção de viabilidade miocárdica

Você tem alguma dúvida, sugestão ou quer saber mais sobre medicina nuclear?

Então deixe sua mensagem e
logo entraremos em contato


ou


Copyright © Medicina Nuclear Novo Hamburgo 2021
powered by clinicUp

error: Conteúdo Protegido!
seta medicina nuclear novo hamburgo
Open chat